+34 985 30 11 73 info@juntasindustriales.com

O QUE É UM COMPENSADOR DE EXPANSÃO TÊXTIL?

(também chamada de » Junta de expansão têxtil» ou » Junta de expansão não metálica «)

As juntas de dilatação têxteis são usadas principalmente para conter fluidos gasosos.

Devido à natureza dos materiais, é possível projetar formas e tamanhos específicos, geralmente sem as limitações impostas pelas ferramentas ou moldes, e quase todos podem ser fabricados como:

  • Circular ou retangular: oferece o método mais simples de união, porém a natureza de sua construção restringe sua usar em altas temperaturas. Para juntas de expansão multicamadas (mais de 3 ou 4), a construção do flange limita o movimento disponível, exigindo flanges mais profundos e uma folga de conexão maior.
  • Tipo de banda ou flangeado: oferece o fechamento mais eficaz tanto do ponto de vista da fabricação quanto da união. Os materiais são submetidos a um estresse mínimo na transferência sob condições operacionais, e o fluxo de ar sobre o invólucro externo da tampa é praticamente ininterrupto. As estruturas podem ser um pouco mais complexas do que as juntas de expansão flangeadas, mas isso é compensado pela facilidade de reparo ou substituição do elemento flexível. Em geral, as juntas de expansão do tipo banda oferecem vida útil mais longa do que as juntas de expansão do tipo flangeadas.
junta de expansão flangeada redonda
ompensador têxtil retangular flangeado

Características técnicas das juntas de dilatação têxteis

  • Feito em várias camadas de tecidos de fibra.
  • A fabricação de compensadores têxteis e a escolha de diferentes materiais e camadas depende das condições de trabalho (fluidos, temperatura, pressão, ambiente externo, etc.)
  • Algumas das camadas usuais em sua preparação:
    • Elastomérico: Neoprene, EPDM, Silicone e Elastômero Fluorado
    • Reforço: Nylon, tecido de vidro, aramida, malha de metal
    • Para várias camadas:
      • Camada de suporte: malha de arame, tecido com reforço de metal
      • Camada isolante: tecido de vidro, feltro de vidro, lã mineral, tecido de silicato, feltro de silicato, feltro de cerâmica
      • Barreira química: Plásticos fluorados (por exemplo, PTFE), elastômero fluorado, folha metálica
      • Cobertura externa: Reforçado – Elastômero, Plástico fluorado

Usos de juntas de dilatação têxteis

Principalmente para resolver 4 situações principais:

  • Expansão e contração do duto devido a mudanças de temperatura
  • Isolamento de componentes para minimizar os efeitos de vibração e ruído
  • Movimento de componentes durante as operações do processo
  • Instalação ou remoção de componentes grandes e tolerâncias ou ajustes de montagem

Amplamente aplicado na indústria:

  • Indústria Química e Petroquímica
  • Centros de energia térmica
  • Usinas de energia nuclear
  • Cogeração
  • Construção e instalação de caldeiras a vapor
  • Construção e instalação de Fornos Industriais
  • Indústrias de cimento
  • Indústrias Siderometalúrgicas
  • Indústria de alimentos
  • Construção de motores e navios
  • Instalações de poeira e depuração
  • Incineradores
  • Alinhamento de tubulação

Vantagens de usar juntas de dilatação têxteis

  • Resistência ao calor de até 1.200ºC
  • Pressões até 1 bar
  • Aperto aperto
  • perfeito

  • Isolamento térmico (economia de energia)
  • Resistência a produtos químicos
  • Resistência a vibrações
  • Amortecimento de ruído
  • Deformação em todas as direções
  • Facilidade de transporte, manuseio e montagem
  • Diversidade de formas e dimensões
  • Grandes movimentos em curta duração – isso requer menos compensadores, reduzindo assim o número total de unidades e proporcionando economia adicional
  • Capacidade de acomodar facilmente movimentos simultâneos em mais de um plano – isso permite que o técnico que projeta o duto acomode movimentos compostos em menos (e mais simples) compensadores.
  • Forças muito baixas são necessárias para mover o compensador – o baixo nível de elasticidade permite que ele seja usado para isolar tensões em equipamentos grandes e relativamente leves. Um exemplo concreto é a turbina a gás de exaustão, onde é essencial minimizar as forças de expansão do duto na carcaça da turbina.
  • Materiais de construção resistentes à corrosão – materiais de tecnologia moderna permitem o uso em condições químicas agressivas.
  • Resistência a ruído e vibração – os compensadores fornecem um alto grau de isolamento de ruído e moderação de vibração
  • Facilidade de instalação e manutenção
  • Menor custo de substituição – o tecido do conjunto do compensador pode ser substituído de forma simples e barata
  • Liberdade de desenho – as juntas de dilatação de tecido podem ser adaptadas ao canal em que são aplicadas, chanfradas, transicionais ou de forma irregular, permitindo assim ao técnico de projeto a máxima variedade de opções.
  • >

  • Mudanças térmicas – as propriedades auto-isolantes do tecido permitem uma transição simples do calor para o frio

Alguma dúvida?